Ricardo Gomes já tem pronta a equipe para a estréia na Copa Libertadores.

Com a ausência de Dagoberto, Cleber Santana entra no meio campo com Marcelinho sendo adiantado para jogar ao lado de Washington.

Cicinho pode ser a principal novidade na equipe.

O jogador está relacionado para a partida e se sua documentação ficar pronta, ele fica no mínimo no banco de reservas, mas, com grandes chances de começar jogando.

O time para enfrentar o Monterrey é o seguinte:

Rogério, Xandão, Miranda e Renato Silva, Jean (Cicinho), Richarlyson, Hernanes, Cleber Santana e Jorge Wagner, Marcelinho e Washington.

O técnico São Paulino se mostrou decepcionado com Oscar.

Ricardo Gomes e o presidente Juvenal Juvêncio conversaram com o jogador na ultima segunda-feira.

A intenção era inscrever Oscar na Libertadores, dar uma chance para se redimir com a torcida justamente na competição mais importante do semestre.

Oscar ficou feliz com a possibilidade, disse ao treinador e ao dirigente que seu sonho era disputar a competição, mas disse que precisaria antes de qualquer coisa conversar com “os caras”.

Oscar deixou a reunião e era aguardado para a concentração, que começou na noite de segunda.

O jogador não apareceu para se concentrar e não deu nenhuma satisfação.

Diante desta atitude seu nome foi riscado da lista de inscritos e Henrique entrou em seu lugar.

Ricardo Gomes disse na entrevista coletiva que esta foi a sua ultima tentativa de encaixar Oscar na equipe, a partir de agora o caso passa a ser somente da diretoria, não mais seu.

Somente 12 mil ingressos foram vendidos antecipadamente para o jogo contra o Monterrey.

A expectativa da diretoria é de que tenhamos um publico na casa dos 25 mil espectadores.

Muito abaixo dos quase 60 mil torcedores da estréia da equipe na Libertadores de 2004.

Talvez os sete anos seguidos da equipe na principal competição sul americana tenham acomodado o torcedor São Paulino que não se empolga mais com a primeira fase do torneio.

Anúncios