Hoje de manhã no CCT o assunto era a coletiva de Roberto Mancini, técnico do M. City dizendo que gostaria de ver Robinho jogando no São Paulo nos próximos 6 meses.

Para o treinador, seria importante Robinho disputar uma competição forte como a Libertadores e o São Paulo é um clube que goza de muito respeito na Europa por sua estrutura e organização.

Após a apresentação oficial de Alex Silva, Leco, vice de futebol do clube, ao contrário do que fez no caso Cleber Santana, admitiu de pronto que o São Paulo realmente tem representantes desde sábado na Inglaterra tratando do assunto Robinho.

Perguntei ao dirigente sobre a questão salarial, já que o jogador quer receber pelo menos 1 milhão de reais por mês e por muito menos do que isso o clube não acertou a vinda de Cicinho.

Leco me disse que o salário seria dividido entre o Manchester City, o São Paulo (200 mil) e ações de marketing, dando a entender que o clube Inglês poderia ajudar no salário, ao contrario do que acontece na negociação envolvendo o Santos.

O repórter da ESPN Brasil, João Castelo Branco, que mora na Inglaterra, conseguiu conversar com o jogador após o treinamento de sua equipe e Robinho voltou a repetir que no Brasil só jogaria no Santos.

A situação neste momento, parece resolvida a favor do alvinegro praiano, mas em uma negociação tudo pode acontecer, principalmente se o City atender o desejo de seu treinador e se acertar com o São Paulo.

Ricardo Gomes comentou em sua entrevista coletiva que espera a contratação de um jogador para a lateral direita e de um atacante.

Ricardo Oliveira é um nome completamente fora de questão.

Marco Aurélio Cunha esteve no mundo Árabe na semana passada, cuidando de uma contusão do atacante e deu risada quando soube do boato sobre a volta do jogador.

Segundo o treinador São Paulino, o nome de Val baiano aparece apenas como segunda ou terceira opção.

Já para a lateral direita, com a negociação de Cicinho fazendo água, a diretoria vai ter que garimpar para achar um bom valor.

O Goiás, já avisou que Vitor, só sai para jogar no exterior.

O São Paulo deu ao Atlético de Madri, a preferência de compra do lateral esquerdo Diogo.

O acordo faz parte da negociação envolvendo a vinda de Cleber Santana.

Nenhum jogador do time campeão da copa São Paulo será aproveitado de imediato no time principal.

Para Ricardo Gomes os garotos terão no futuro, oportunidade de treinar com os profissionais e aos poucos ganharão uma chance de jogar.

Anúncios