O São Paulo conquistou de forma invicta seu terceiro titulo da Copa São Paulo de futebol.

Foram 8 jogos com 7 vitórias e 1 empate.

29 gols a favor e 3 gols contra.

Lucas Gaúcho foi o artilheiro da Copinha com 9 gols marcados.

Na decisão contra o Santos um jogo tenso e equilibrado.

No primeiro tempo, o São Paulo sentiu o peso da decisão e, nervoso, não conseguiu mostrar o futebol envolvente que o levou até a final.

O Santos com uma equipe rápida conseguiu dominar as ações e saiu na frente com um gol do atacante Renan.

Na segunda etapa o São Paulo foi para cima e melhor fisicamente, dominou completamente a partida.

O Santos se defendia e tentava definir a partida nos contra-ataques.

Quase consegui em uma ótima jogada de Nicão que lançou o atacante Renan livre de marcação.

O goleiro Richard saiu do gol e derrubou o jogador do Santos na entrada da área.

O arbitro de forma equivocada deu apenas cartão amarelo para o goleiro São Paulino.

O tricolor dominava as ações, mas, se precipitava nas finalizações.

Até que em uma bola espirrada na entrada da área do Santos, Ronieli pegou um sem pulo sensacional e mandou a bola no ângulo do gol Santista.

Gol que lembrou muito o marcado por Everton contra o Botafogo na semifinal do campeonato Brasileiro de 1981.

Com o jogo empatado nos 90 minutos a decisão foi para os pênaltis.

E ai brilhou a estrela do goleiro Richard que defendeu todas as três cobranças feitas pelo Santos, garantindo o terceiro titulo da Copa São Paulo ao tricolor.

Mais importante do que a conquista, foi a revelação de um time com bons valores que poderão em breve ser aproveitados no time principal.

Bruno Uvini, Jefferson, Casimiro, Zé Vitor, Marcelinho, Lucas Gaúcho, Ronieli, são algumas das promessas reveladas na competição.

Parabéns aos garotos São Paulinos!

Anúncios