O São Paulo deu prosseguimento a sua pré-temporada neste domingo no CCT.

Ricardo Gomes realizou um treinamento tático com a equipe, e a primeira formação usada pelo treinador, sugere uma equipe começando o ano no esquema 4-4-2.

Rogério Ceni, Jean, André Dias, Miranda e Jorge Wagner, Richarlyson, Hernanes, Leo Lima e Marcelinho Paraíba, Washington e Dagoberto.

Carlinhos Paraíba foi testado na segunda parte do treino no lugar de Leo Lima.

Em minha opinião, fica gritante a necessidade da contratação urgente de um lateral direito para o elenco.

Jean vem jogando a um bom tempo na posição, mas não me convence como ala ou lateral direito.

A diretoria do São Paulo deveria pensar seriamente em conversar com os dirigentes da Roma para negociar a vinda de Cicinho e não deixar apenas o jogador e seu empresário na frente de batalha.

Causou surpresa e mal estar à tentativa do jovem Diogo de tentar sua liberação do São Paulo na justiça, a exemplo do que fez Oscar recentemente.

A diferença entre os casos é que o lateral esquerdo não conseguiu uma liminar suspendendo seu contrato.

A justiça trabalhista marcou uma audiência de conciliação para Junho.

A diretoria e o departamento jurídico do clube informalmente dizem que já viram e reviram o contrato de Diogo e não encontraram nenhuma falha que pudesse gerar tal situação.

Nesta segunda-feira o São Paulo terá conhecimento da ação judicial para saber então, quais providências tomar.

Diogo mora no CCT e vinha fazendo a pré-temporada normalmente, mas diante dos acontecimentos a diretoria deu o domingo de folga a ele.

Mesmo contra vontade, teve que voltar para a casa de sua mãe para “curtir” sua folga compulsória.

O jogador volta a treinar com o elenco nesta segunda.

Enquanto isso, André Ribeiro, advogado de Oscar, entra amanhã na Justiça do Trabalho com um pedido de reconsideração da decisão da desembargadora Maria da Conceição Batista que derrubou a liminar de Oscar contra o São Paulo no dia 23 de Dezembro.

Se não obtiver sucesso, o advogado ainda pode tentar antecipar a audiência de conciliação marcada para o mês de Abril.

Caso a decisão da desembargadora seja mantida, Oscar terá que se reapresentar ao clube no dia 13 de Janeiro, após sua participação em um torneio com a seleção sub 19 no Uruguai.

Anúncios