Foi um sábado conturbado. Acordei com várias mensagens no celular e centenas de mensagens no blog querendo saber sobre o que aconteceu envolvendo o jovem Oscar, o novo “Kaka” do Morumbi.

O Jornal Folha de São Paulo divulgou uma matéria, dando conta de que o jovem Oscar, teria conseguido “passe livre” ao reclamar da falta de pagamento do FGTS e de pagamento do contrato em vigência com o clube.

Segundo a matéria, Oscar estaria livre para negociar com qualquer equipe do Brasil ou do exterior.

Mas, temos que ter precaução quanto à negociação ou não.

Há 4 meses o empresário do jogador, Juliano Bertolucci, avisou a diretoria do São Paulo de que havia uma lacuna no contrato de Oscar.

Na ocasião, o vice presidente de Futebol (Leco), levou o problema ao conhecimento do presidente do clube, Juvenal Juvêncio.

O Clube não levou a questão á sério!

Hoje, quando o caso foi anunciado, muita gente ficou espantada.

Mas a diretoria tricolor, surpresa, teve que correr atrás para não perder de graça, um dos maiores talentos surgidos em suas entranhas nos últimos tempos.

Que o Caso Oscar, sirva de lição, para que a diretoria não subestime os meninos que hoje não são nada, mas que amanhã podem ser tudo!

Afinal de contas, o Centro de formação de atletas Laudo Natel, mais conhecido como CCT de Cotia, tem este exato propósito.

Já o jogador tem que refletir bem e pensar no que é melhor para seu futuro e ter personalidade, independentemente do que achar empresário ou parente.

E que a gratidão seja maior do que qualquer proposta!

Anúncios