O São Paulo aguarda ainda para o mês de dezembro uma nova vistoria dos comissários da FIFA no Estádio do Morumbi.

A intenção é ver como ficou a reforma do anel inferior vermelho no que diz respeito à visão do espectador.

A VISA responsável pelas obras no setor elevou em um metro e meio os assentos, acabando com o problema de visão da lateral do campo, causado pelas placas de publicidade.

A reforma foi feita já pensando na Copa de 2014 e se agradar aos comissários que farão a vistoria, será feita também no anel inferior azul.

Os estádios da próxima copa na África do Sul, não impressionaram Adalberto Batista, diretor de marketing do São Paulo.

O único estádio considerado de alto padrão pelo dirigente tricolor é o Green Point na Cidade do Cabo (que custou 1 bilhão de reais).

Segundo Adalberto Batista, depois de concluídas todas as reformas, o Morumbi não ficará devendo nada para nenhum estádio da próxima copa.

Vamos aguardar.

A diretoria do São Paulo já conversa com a LG para uma possível renovação de contrato.

O principal patrocinador na camisa São Paulina, tem até março para assinar ou não um novo acordo.

Ao contrário do ano passado, quando algumas empresas apresentaram propostas tentadoras (a maior delas com a Philips com 25 milhões de reais por ano), desta vez o assédio não é tão grande, pelo menos por enquanto.
A Sony procurou o clube meses atrás, mas as conversas não evoluíram.

A Philips, depois da troca de toda a diretoria em razão da crise mundial, não procurou o São Paulo neste ano.
Pelo quadro desenhado, a tendência é de que a LG continue como parceira do tricolor, atuando não só na camisa, como também no estádio do Morumbi, de olho na Copa de 2014.

Mas em um mercado dinâmico, a qualquer momento uma multinacional pode aparecer com proposta financeiramente mais vantajosa, coisa que até o momento não aconteceu.

A diretoria não fala em valores para a renovação ou acerto de um novo parceiro para a camisa, ao contrário do ano passado quando anunciou que exigiria um patrocínio na casa dos 30 milhões de reais/ ano, causando enorme pressão da mídia e da torcida.

** Washington renovou seu contrato com o São Paulo por mais um ano.O atacante aceitou reduzir seu salário, como queria a diretoria.

Anúncios