Relogio com ampulheta

O São Paulo conseguiu trazer de Porto Alegre 1 ponto na bagagem.

Dorme líder até o final de semana, quando pode terminar a rodada na terceira posição (vitoria ou empate do Palmeiras e vitoria do Atlético).

No jogo de ontem, como vem sendo característica do time nos últimos jogos foram dois tempos distintos.

Na primeira etapa o São Paulo conseguiu tocar a bola e levar perigo ao gol do Grêmio.

Sofreu mais um gol na falha de marcação da defesa em bola aérea e teve poder de reação para empatar a partida logo em seguida.

Na segunda etapa, o jogo começou equilibrado e assim foi até os 15 minutos.

Depois disso o Grêmio partiu para cima e dominou o jogo.

A partida começou a tomar contornos dramáticos para o tricolor Paulista quando Borges (que só para variar substituiu Washington)de forma injustificável chutou o volante Túlio sem bola e foi merecidamente expulso.

Dagoberto parece que ficou com ciúmes de seu companheiro de ataque e apenas 2 minutos depois da expulsão de Borges tratou de dar um carrinho criminoso no mesmo Túlio, indo também mais cedo para o chuveiro.

A diretoria do São Paulo tem a obrigação de multar pesadamente os dois jogadores por suas atitudes, que prejudicaram a equipe e quase levou o time a derrota.

As expulsões de Borges e Dagoberto só não atrapalharam mais, porque a equipe conta com Rogério Ceni.

O capitão fechou o gol e tratou de ganhar preciosos segundos em cada tiro de meta.

Já nos minutos finais do jogo, Jean tratou de colocar a cereja no bolo ao dar um carrinho imprudente em Souza e também ser expulso.

Mesmo com três jogadores a menos, o São Paulo conseguiu segurar o resultado assumindo a liderança provisória da competição mais uma vez.

Destaque positivo para a arbitragem do baiano Jailson Macedo Freitas que expulsou corretamente os três jogadores do São Paulo.

Destaque também para a defesa do São Paulo que conseguiu heroicamente brecar o impeto dos Gauchos garantindo o empate.

Anúncios