queda de braço

A trigésima quarta rodada do Brasileirão começa hoje com o clássico entre os tricolores Gaucho e Paulista.

O Grêmio é a única equipe invicta em casa na competição.

O São Paulo não costuma se dar bem no Olímpico.

Os comandados de Ricardo Gomes sabem que voltar do sul com pelo menos 1 ponto é fundamental para as pretensões da equipe no campeonato.

Se tropeçar, o São Paulo pode acabar a rodada na terceira posição.

Com Zé Luis fora de combate, Adrian Gonzalez e Arouca disputam a posição na ala direita.

O Argentino tem mais poder ofensivo do que Arouca, mas perde em marcação para o concorrente.

Se Ricardo Gomes quiser uma equipe mais ofensiva, certamente optará por Gonzalez, caso contrário, poderá proteger mais o setor direito com Arouca.

Se realmente o Grêmio entrar com apenas um atacante, jogando no 4-5-1, a melhor opção em minha opinião, é entrar com o Argentino.

Até porque, nesta fase do campeonato, o São Paulo tem sim que partir para cima do adversário, já que se sair com os três pontos de Porto Alegre, dará um imenso passo para o titulo, além de botar a devida pressão em seus concorrentes diretos no final de semana.

As ultimas partidas, me deixaram a impressão de que os jogadores resolveram se fechar em torno de um único objetivo:a inédita e praticamente insuperável conquista do tetra campeonato.

Tecnicamente, o time não vem sendo um primor, mas a garra e a vontade de vencer voltaram a ser a mesma da arrancada de 2008.

Não por acaso, Hugo vem sendo menos aproveitado, já que a garra não é um ponto forte do jogador.

Borges é outro que perdeu moral no grupo com sua mania de reclamar da reserva.

De qualquer forma, o jogo de hoje contra o Grêmio é fundamental para o São Paulo.

Acho que só a garra não será suficiente, a equipe terá que melhorar seu futebol para sair sorrindo do sul.

Será possivel passar pelo imortal tricolor em seus dominios?

Acho que sim.

Anúncios