Pitacos

Ontem o São Paulo treinou por meia hora com portões fechados, lembrando os últimos dias de Muricy Ramalho, quando o ex-treinador fazia questão de deixar a imprensa esperando por quase uma hora no estacionamento antes de liberar o acesso.

Pelo que pudemos observar, Ricardo Gomes vai optar por uma formação mais conservadora contra o Santo André neste domingo em Ribeirão Preto.

Com as voltas de André Dias e Richarlyson, Ricardo Gomes poderia tirar Arouca da equipe, mantendo Marlos no setor de criação.

Na zaga a tendência era de que Rodrigo voltasse para a reserva para a entrada de André Dias.

Mas o que vimos foi a entrada de Richarlyson no meio campo com a saída de Marlos e Jorge Wagner jogando mais avançado.

No sistema defensivo quem saiu foi Renato Silva.

Se Ricardo Gomes não mudar de idéia até domingo, o São Paulo deve entrar em campo contra o Santo André com:
Rogério Ceni, Rodrigo, André Dias e Miranda, Jean, Richarlyson, Arouca, Jorge Wagner e Junior César, Borges e Dagoberto.

Cinco jogadores entram pendurados com 2 cartões amarelos (Renato Silva, Miranda, Marlos, Borges e Dagoberto).

Segundo Junior César, os jogadores pendurados devem ter um cuidado maior para não ficar de fora do clássico contra o Corinthians dia 27 no Morumbi.

A indicação de Flavio Guerra para a partida não agradou aos São Paulinos.

O juiz apitou o jogo entre São Paulo e Palmeiras pelo campeonato Paulista no mesmo estádio Santa Cruz, e na ocasião, marcou três pênaltis a favor do Palmeiras, na vitória Verde por 4 a 1.

Mais uma vez uma indicação totalmente desnecessária por parte da comissão de Arbitragem.

Parece que os dirigentes gostam de procurar (ou arrumar) pelo em ovo.

O Santo André por sua vez, precisa mais do que nunca da vitória para sair da zona de rebaixamento.

Marcelinho Carioca vai mais uma vez tentar atrapalhar a vida do São Paulo.

Desde 2005, o São Paulo não consegue vencer o Ramalhão.

Inter e Palmeiras torcem para que o tabu seja mantido neste final de semana.

* Nesta sexta-feira Ricardo Gomes explicou que vai deixar um dos dois zagueiros pendurados (Miranda ou Renato Silva)na reserva, pensando já no jogo do dia 27 contra o Corinthians. O treinador não quis dizer se realmente será Renato Silva o zagueiro poupado ou se Miranda ira para o banco.

Anúncios