mascara-que-cai

Causou-me espanto a negativa da CBF em adiar o jogo entre São Paulo x Coritiba pelo Brasileirão, para que o amistoso Internacional entre São Paulo x Lion (em comemoração ao ano da França no Brasil) pudesse ser realizado no dia 7 ou 8 de Outubro.

O jogo pelo Brasileiro está marcado para o dia 7 de outubro e foi feito o pedido de adiamento para o dia 13, uma terça-feira.

Como o Brasil joga contra a Venezuela pelas eliminatórias no dia 14, não haverá rodada no meio da semana, logo não há razão para este veto.

A CBF usa dois pesos e duas medidas, já que recentemente liberou o Internacional para disputar a “importantíssima” copa Surunga no Japão.

Ai sim o campeonato teve sua tabela mexida, com o primeiro turno só acabando na prática já na segunda rodada do returno.

Parece que a política de boa vizinhança entre São Paulo e CBF esta indo por terra.

O São Paulo, historicamente, sempre foi contra as atitudes da CBF e sempre votou contra a entidade em vários assuntos.

Nos últimos tempos, em razão da copa do mundo de 2014, as partes acabaram se reaproximando.

O São Paulo sabia que não seria possível pleitear o Morumbi como sede da cidade, se estivesse em litígio com Ricardo Teixeira e seus compadres.

Mas nos últimos dias, parece que a marcara esta caindo.

A impressão que fica é que Ricardo Teixeira não se esqueceu das desavenças do passado, apenas relevou por um tempo.

O “dono” do futebol Nacional, em entrevista à Arena Sportv de Cleber Machado, quando questionado sobre as criticas feitas por Jerôme Valcke ao Morumbi, não quis entrar em polemica, tirou o corpo fora, mas deixou claro que Valcke é quem manda na questão dos estádios e sabe do que está falando.

Dois dias depois, vem à negativa do adiamento da partida contra o Coritiba.

É bom o São Paulo abrir o olho.

Os últimos acontecimentos da semana cheiram a peixe, um peixe muito conhecido pelos indivíduos sem caráter: a traíra.

Anúncios