boca no trombone

A rodada do final de semana teve apenas duas cores: verde e branca.

Começou no sábado quando o Palmeiras venceu o Inter por 2 a 1 e aumentou a vantagem para o São Paulo para 4 pontos.

Neste domingo, o Palmeirense ficou atento na frente da TV torcendo para que o São Paulo não conquistasse pontos contra o Atlético Paranaense na Arena Da Baixada.

O jogo no Paraná foi bastante disputado.

Nos primeiros 15 minutos dos dois tempos o time da casa pressionou, mas não conseguiu marcar.
No primeiro tempo a melhor chance foi do São Paulo, em uma cabeçada de Washington que desviou na zaga e saiu para escanteio.

Na segunda etapa a melhor oportunidade também foi do São Paulo, com um chute de Jean que desviou na zaga.
Quando tudo se encaminhava para um empate, Jorge Wagner perdeu a bola no meio campo para o veterano Paulo Baier.

Baier conduziu a bola até a intermediaria, tocou para o lateral esquerdo Marcio Azevedo e correu para a área.
O cruzamento saiu no primeiro pau.

A defesa não acompanhou Paulo Baier.

Rogério Ceni, que ainda busca ritmo de jogo, saiu atrasado, e o veterano do Furacão meteu a cabeça na bola se antecipando ao goleiro São Paulino, marcando o gol do jogo.

O Palmeirense vibrou com o gol de Paulo Baier, mas se esqueceu que outra equipe que o ameaça na classificação jogaria após o São Paulo.

O Goiás de Fernandão, Iarley, Felipe e companhia, enfrentou o Santos no Serra Dourada.

No primeiro tempo jogo equilibrado, 1 a 1.

No segundo tempo o atacante Felipe Marcou o gol da vitória.

O Goiás passa para o segundo lugar, com 38 pontos, dois a menos do que o líder Palmeiras.

Na próxima rodada, o São Paulo enfrenta o Palmeiras no Morumbi.

Será a primeira vez que Muricy Ramalho enfrentará o time em que conquistou três títulos Brasileiros.

Muricy sabe que o empate é bom negócio, já que a distância entre os times continuará em 4 pontos.

Mas também sabe que o Goiás vem por fora, de olho no primeiro lugar.

O time do Planalto Central não terá vida fácil na próxima rodada.

Vai enfrentar o Inter no Beira-Rio.

Jogo duro e imprevisível.

O Brasileirão pega fogo.

E ainda estamos na segunda rodada do segundo turno.

E você amigo leitor, o que achou da rodada do final de semana?

Deixe sua opinião.

Abraços.

Marcello Lima.

Anúncios