cara de pau

Após a vitória contra o Goiás alguns jogadores do São Paulo aproveitaram para desabafar contra a imprensa.

Segundo o André Dias, nunca houve crise de relacionamento no clube, tudo foi criado pela imprensa!

O que aconteceu segundo o zagueiro, foi uma disputa normal por posição já que nenhum jogador gosta de ficar na reserva.

Borges, que ontem marcou mais um gol, também aproveitou para dizer que seu relacionamento com os outros atacantes é maravilhoso e que muita gente disse bobagem para aparecer.

Dou risada quando ouço este tipo de desabafo.

Em vez de cobrir o sol com a peneira, seria mais bonito admitir que o primeiro semestre do São Paulo foi lamentável em todos os aspectos,inclusive na questão do relacionamento.

Não adianta jogador ficar irritado, por que as noticias internas vazam, e vazam mesmo!

Era obvio e claro o desgaste de alguns jogadores do elenco com Muricy Ramalho.

Alguns deles, inclusive Borges, não aceitava a reserva.

Dagoberto também não!

Só que ele em vez de querer jogar a culpa na imprensa, teve coragem de abrir o jogo e criticar publicamente o ex-treinador.

Borges, que agora vem bater no peito, esquece que algum tempo atrás, deu chilique porque foi colocado na reserva por Muricy.

Na reserva com Ricardo Gomes, fica quietinho e cheio de amor para dar.

Será que a falta de raça, de determinação, de vergonha na cara, mostrada pelo time principalmente nas derrotas para o Corinthians na semifinal do Paulistinha e para o Cruzeiro na Libertadores,foi por culpa da imprensa?

Será que a chegada de Ricardo Gomes, fez como por milagre a equipe voltar a jogar futebol de forma determinada e com Raça, independentemente do esquema?

Porque será que o São Paulo voltou a ser um time com ALMA novamente?

No futebol poucos admitem que jogador quando quer, derruba sim um treinador!

Ninguém discute que já era hora de Muricy sair do São Paulo, o desgaste era visível e normal para quem ficou três anos e meio a frente do mesmo time.

Mas o corpo mole e a má vontade de alguns no elenco do tricolor também eram visíveis, e não era preciso ser setorista do clube, viver o dia a dia para perceber isso.

O torcedor, maior termômetro de um time, já estava chegando ao limite da tolerância com o elenco atual e com o antigo treinador.

Muricy saiu, o novo treinador chegou e com ele voltou à vergonha na cara, e a tão falada união, pelo menos na teoria, na aparência, também voltou.

Agora Borges, fica na reserva e acha uma maravilha, tudo pelo coletivo!

Os três atacantes, milagrosamente viraram os melhores parceiros do mundo!

A fase, o ambiente, o relacionamento, nunca foram ruins! Tudo nao passou de ilusão de ótica!

Não há necessidade de querer justificar a péssima fase vivida recentemente.

É verdade que na imprensa, existem os bons e os maus profissionais como em qualquer profissão.

Mas daí a querer botar a culpa em alguém ou nos veículos de comunicação, vai uma distancia muito grande.

O torcedor do são Paulo esta mais preocupado em saber da classificação do time, na reação dentro do campeonato, no novo mascote.

Portanto, em vez de ficar fazendo um desabafo por jogo, que os descontentes do primeiro semestre, calem os críticos e as criticas levantando o quarto caneco seguido do campeonato Brasileiro.

Meus leitores e ouvintes sempre terão a verdade sobre o que acontece no clube.

Quer jogador goste ou não!

Quer dirigente goste ou não!

Anúncios