Juninho Pernambucano

O São Paulo se animou com a possibilidade de Contar com Juninho Pernambucano em seu elenco,já que o jogador rescindiu seu contrato com o Lyon.

Mas o jogador decidiu que ainda não é hora de voltar ao Brasil.

Em entrevista a Marluci Martins do jornal O DIA e do portal TERRA, Juninho deixou claro que vai continuar por pelo menos mais um ano na europa e que realmente dará preferência ao Vasco da Gama quando voltar ao Brasil.

Acompanhe aqui um trecho da entrevista de Juninho Pernambucano:

O Dia – É verdade que o Raí fez a você uma proposta do São Paulo?

Juninho – Encontrei com o Raí em Lyon e perguntei-lhe com que idade voltou para o Brasil. Depois, ele me ligou falando sobre o São Paulo. Respondi que teria de resolver minha vida no Lyon antes de ouvir qualquer proposta.

O Dia – Você, então, jogaria no Brasil em outro clube que não fosse o Vasco?

Juninho – Tenho respeito por todos os clubes que têm consideração por mim. Minha preferência, no Brasil, seria o Vasco. Mas não quero criar leilão ou ilusão em ninguém. Minha intenção é ficar aqui um ano.

O Dia – Quando deixará a França?

Juninho – Minha rescisão vai valer a partir de 30 de junho. Até segunda-feira, assino isso, tiro alguns dias de férias, vou a Recife e devo dar uma passadinha no Rio.

O Dia – Vai se encontrar com alguém do Vasco?

Juninho – (Pausa) Não me aperta tanto, por favor. Não faz isso! A torcida do Vasco talvez pense que os dirigentes não estão fazendo nenhum esforço, mas estão. Conversei duas vezes com o Rodrigo Caetano (diretor executivo), mas não quis ouvir nenhuma proposta. Ele disse que faria tudo para eu voltar. Só vou voltar um dia se estiver em condição de ajudar. Tenho vontade, mas vontade não é tudo. É a razão que tem que decidir.

O Dia – Qual será o seu futuro?

Juninho – Minha intenção é jogar pelo menos um ano fora do Brasil. Acho que não é o momento de voltar. Não estou falando como cidadão brasileiro, mas como profissional. Eu me sinto ainda bem para jogar aqui. E não sei se estou preparado para voltar a jogar no Brasil.

Anúncios