Dario Conca x Hugo

Muricy Ramalho não esconde de ninguém sua admiração pelo futebol do Argentino Conca, do Fluminense.

No final de 2007, o jogador esteve muito próximo de vestir a camisa do São Paulo.

Como todos sabem, a diretoria na época achou caro o valor de 300 mil dólares pelo empréstimo do meio campista que acabara de sair do Vasco e Conca foi parar no Fluminense.

O Argentino foi uma das principais figuras do tricolor carioca no vice-campeonato da Libertadores.

No final do ano passado, com o empréstimo vencendo, o São Paulo tentou mais uma vez contratá-lo.

Mas o patrocinador do Fluminense foi mais rápido, comprou os direitos federativos do jogador e o repassou ao clube carioca.

Conca não vem tendo um semestre tão bom como teve no ano passado, mas mesmo assim é uma das principais figuras do meio campo Tricolor ao lado de Thiago Neves.

O São Paulo neste meio tempo não conseguiu contratar nenhum jogador com as características de Conca e continua com um meio de campo acéfalo.

Muricy Ramalho vendo as dificuldades da equipe em criar alguma coisa no setor, resolveu pedir a diretoria para tentar mais uma vez a contratação de Conca.

Como dificilmente o Fluminense aceitaria vendê-lo ao São Paulo, e o presidente Juvenal Juvêncio não gosta de botar a mão no bolso, a única opção seria a tentativa de um empréstimo, envolvendo uma troca de jogadores.

As primeiras sondagens foram feitas.

Mas como Thiago Neves vai voltar para a Europa no começo de Julho e Conca reassumirá o papel principal no meio campo do Fluminense, o São Paulo e principalmente Muricy Ramalho devem mesmo ficar a ver navios mais uma vez.

No caso de Conca, aquele velho ditado cai como uma luva:o cavalo passou selado na frente do São Paulo e ele não montou.

Anúncios