ronaldo-comemorando

A partida estava disputada, muita marcação e algumas chances lado a lado.

O Corinthians saiu na frente em uma falha de Fabio Costa na falta cobrada e convertida por Chicão, o zagueiro artilheiro.

Ronaldo mal havia encostado na bola.

O Santos pressionava em busca do gol de empate.

Em uma disputa no meio campo a bola saiu espirrada para o alto em direção a Ronaldo.

O atacante não tomou conhecimento de como vinha a bola, simplesmente a ajeitou com carinho em direção ao gol Santista.

Na saída de Fabio Costa só teve o trabalho de tocar para o fundo gol e sair para o abraço.

Gol de gênio, 2 a 0 no placar.

No segundo tempo, sem alternativa, o Santos foi para cima do Corinthians.

Triguinho deu esperanças à torcida Santista ao marcar o gol em falha de Felipe.

Mais uma vez, quando o time da casa mais pressionava,a bola caiu nos pés de Ronaldo no ataque Corintiano.

Sem nenhuma dificuldade Ronaldo se livrou da marcação e na entrada da área ao ver Fabio Costa adiantado, deu um leve toque encobrindo o goleiro santista fazendo a bola morrer suavemente no fundo do gol.

Gol de quem sabe.

Gol para humilhar a concorrência e acabar com o campeonato.

Gol de Fenômeno.

E assim acabou o Paulistinha.

Domingo que vem a festa de entrega do troféu de campeão ao Corinthians no Pacaembu.

Resta apenas saber se invicto ou não.

E viva o Gordo!

Anúncios