zebraA primeira zebra da copa do Brasil passeou no gramado do Engenhão e derrubou o Botafogo diante do Americano de Campos.

Ontem na Vila Belmiro foi a vez da segunda zebra passear.

O Santos precisava vencer o CSA de Alagoas para passar as oitavas de final da competição.

Tarefa relativamente fácil, já que seria o duelo de um finalista do campeonato Paulista contra o penúltimo colocado do campeonato Alagoano.

E para aumentar ainda mais o favoritismo do Peixe, o CSA vinha sem treinador em razão da goleada que sofreu (4×0) para o ASA de Arapiraca (olha o ASA ai gente!)no campeonato local.

Mas no gramado, com bola rolando, os números e dados foram pulverizados e deixados no campo da teoria.

Logo no começo da partida, o veterano Junior Amorim ficou frente a frente com Fabio Costa, driblou o goleiro e marcou aquele que seria o gol da classificação do CSA.

Mesmo com 70% de posse de bola durante quase toda a partida o Santos não teve competência para sequer empatar a partida.

Ou errou na finalização ou parou nas mãos do goleiro Jefferson.

A zebra chegou cedo à Vila Belmiro e fez questão de ficar até o apito final.

A desclassificação do Santos para o fraco CSA de Alagoas, pode ser comparada com o vexame Palmeirense anos atrás quando foi eliminado em pleno Palestra Itália para o também Alagoano ASA de Arapiraca.

Resta saber como o time alvinegro vai reagir psicologicamente ao vexame de ontem, já que no domingo enfrenta o Corinthians na mesma Vila Belmiro pela final do Paulistinha.

Anúncios