fpfOntem trabalhei no jogo Santos x Paulista na Vila Belmiro.

Jogo com dois tempos distintos.

No primeiro tempo o Paulista foi melhor, pressionou marcou um gol e poderia ter feito pelo menos mais dois.

O Santos lembrou o São Paulo contra o Mogi Mirim.

A zaga cansou de bater cabeça, principalmente Domingos e Fabão.

No segundo tempo o Santos mudou sua postura.

Vagner Mancini mudou o esquema tirando um dos zagueiros e colocou o garoto Neymar para jogar.

Neymar fez apenas seu segundo meio tempo com a camisa do Santos.

Mas nos 90 minutos que esteve em campo até agora (45 contra o Oeste e 45 contra o Paulista)mostrou que realmente pode ser um jogador diferenciado.

Mesmo tendo apenas 17 anos, Neymar mostrou personalidade.

Seu futebol lembra bastante o de Robinho.

Dribles curtos e em direção ao gol.

Depois de muito martelar e com Neymar tendo um gol anulado (estava impedido), Roni de cabeça marcou o gol de empate aos 40 minutos.

Domingo o Santos volta a jogar no Pacaembu, desta vez contra o lanterna Mogi Mirim.

Precisa melhorar muito seu futebol para conseguir a classificação para fase semifinal do Paulistinha.

No Morumbi, pelo que vi nos melhores momentos e li nos jornais, o São Paulo chegou a ser ameaçado no começo do jogo pelo Mirassol.

Os gols de Borges e Washington acabaram com a retranca e com o futebol do time do interior.

No segundo tempo com um a menos em Campo, o Mirassol não foi páreo para o Tricolor.

Nota negativa para a contusão de André Dias.

Hoje será feito um exame para saber se houve ou não um estiramento muscular.

Notas positivas para: Washington, que confirma no São Paulo sua fama de artilheiro por onde passou em sua carreira e para Miranda, mais uma vez convocado para a seleção Brasileira.

Domingo o São Paulo volta a jogar no Morumbi, desta vez contra o Marília.

Pelo que ouvi na coletiva de Muricy, o time deve ser mesclado com alguns reservas.

A prioridade é estar inteiro fisicamente para o jogo contra o Defensor no Uruguai na próxima quarta-feira.

 

 

Anúncios