dolaresPatrocínio, ah o patrocínio.

Este é um assunto que há algum tempo atrás só interessava ao clube e a empresa que assumia a propaganda da camisa.

O torcedor estava interessado apenas em saber quando a nova camisa estaria à venda para ficar com sua coleção atualizada.

Valores não eram importantes, pelo menos para o publico em geral.

A curiosidade popular chegava no máximo, até o tempo de contrato entre a empresa e o clube.

Hoje isso mudou.

A expectativa em torno de um novo patrocinador é acompanhada pelos torcedores, com o entusiasmo de uma contratação.

Por quanto fechou?

Qual o tempo de contrato?

É só para o peito ou vai estampar a manga  da camisa também?

Vai ajudar na contratação de reforços?

O peso da empresa também e levada em conta pelos torcedores.

Se for uma multi-nacional, uma empresa com renome internacional, melhor ainda.

Mais estufado estará seu peito quando estiver passando com a camisa de seu time de coração na frente de um torcedor adversário.

A provocação seria mais ou menos assim:

– Quanto esse patrocinador paga ao seu time? Só isso! Puxa vida, que pena o meu paga dez vezes mais.

 Ah claro, esqueci que meu time ganha tudo, por isso tem o maior patrocínio do Brasil!Um dia vocês chegam lá!

É meus amigos os tempos mudaram.

Em tempo de negociação com  um novo patrocinador, o departamento de Marketing, é tão importante quanto à diretoria de futebol.

Enquanto uma se esforça para reforçar o elenco, a outra luta para marcar um gol de placa na imagem e nas finanças do clube.

E neste final de ano a pergunta que fica é a seguinte:

Quem vai vencer o clássico do patrocínio?

O Corinthians com Ronaldo, seu novo garoto propaganda?

O Palmeiras com Luxemburgo e seus projetos?

O São Paulo multi campeão e com o Estádio do Morumbi como trunfo?

Muito em breve saberemos a  resposta.

É só ter um pouco de calma e aguardar, afinal de contas Papai Noel já esta chegando.

Anúncios