cesar-o-imperadorQuando chegou ao São Paulo no começo do ano, Adriano era um arremedo do jogador que fez sucesso na seleção Brasileira e na Inter de Milão.

Estava encostado em seu time, em litígio permanente com a Imprensa Italiana, e com fama de bêbado e baladeiro.

Com muita calma, muita paciência e carinho, a equipe técnica do tricolor conseguiu aos poucos, recuperá-lo para o futebol.

Não ganhou nenhum titulo nos 6 meses em que defendeu o time das três cores, mas voltou a jogar bem, marcou 17 gols em 27 jogos.

Adriano voltou para a Itália com a moral em alta novamente.

Nesta temporada, dava mostras de que estava realmente voltando a ser o atacante perigoso e oportunista do passado, marcando gols no campeonato italiano e na liga dos campeões.

Mas foi só chegar perto do topo novamente, para ter uma recaída.

Voltou a freqüentar a noite de Milão, voltou a chegar atrasado aos treinos e o pior, voltou até a se reapresentar embriagado para treinar, segundo relato da imprensa local.

O técnico Português José Mourinho, que é conhecido por sua postura de general na parte disciplinar, acabou perdendo a paciência e mandou Adriano descansar e repensar a vida aqui no Brasil neste final de ano.

Parece que a paciência de Maximo Moretti, o chefão da Inter, também está acabando, tanto que concordou com o treinador da equipe.

O presidente do São Paulo Juvenal Juvêncio, mais uma vez foi profético em suas palavras.

Quando Adriano deixou o clube no meio do ano, Juvenal disse para o atacante que ele não daria certo mais uma vez na Europa.

Para o mandatário tricolor, Adriano rende bem em um ambiente amigável, perto dos familiares e do carinho dos profissionais que o cerca.

E na Europa isso não existe, o que interessa é o profissionalismo puro sangue.

O profissionalismo frio, calculista e objetivo.

Ao contrário da análise de alguns companheiros, nessa entrevista com Juvenal Juvêncio, entendi que o presidente deixou as portas abertas ao Imperador.

Deixou a entender que no São Paulo ele rendeu, porque encontrou o calor humano de que tanto necessita para jogar um bom futebol.

De volta ao Brasil, Adriano vai descansar neste resto de ano e repensar mais uma vez sua carreira.

O Flamengo, ainda dodói com a perda de Ronaldo para o Corinthians, é o primeiro clube a demonstrar interesse no atacante.

No São Paulo, Muricy Ramalho já avisou que só gostaria de contar com Adriano, se o contrato fosse de um ano ou mais.

Sinceramente não sei se seria uma boa para o São Paulo a contratação de Adriano, neste momento acho que Washington seria bem mais útil ao elenco do que o Imperador.

Para o Flamengo seria a cima de tudo uma forma de tentar reparar junto a sua torcida, a perda de Ronaldo.

Vamos aguardar o desfecho de mais uma novela protagonizada por Adriano, vulgo Imperador.

Anúncios