rogerio-ceni-2Rogério Ceni compareceu nesta segunda-feira ao Salão Nobre do São Paulo para participar da cerimônia da assinatura da parceria entre o clube e a VISA.

Após o evento o capitão do São Paulo conversou com a imprensa.

Acompanhe os melhores trechos da entrevista:

Como você enxerga o jogo de domingo contra o Vasco em São Januário?

R: Eu enxergo um jogo muito difícil, complicado, mas vamos nos preparar bem nesta semana, inclusive na parte psicológica, entender bem o funcionamento da partida, porque é um jogo que decide grande parte do campeonato.

Você acha que Cruzeiro e Palmeiras estão fora da briga pelo Titulo?

R: Matematicamente ainda há chances, mas é difícil. Acho  que ou São Paulo ou Grêmio ou Flamengo vão fazer pontos suficientes para que no final da ultima rodada Cruzeiro e Palmeiras não tenham mais chances de brigar pelo titulo.

Você acha que com o Roberto Dinamite na presidência do Vasco, a pressão, o extra- campo será menor do que na época do Eurico Miranda?

R: A pressão não é feita pela pessoa física do presidente. É uma coisa cultural das pessoas que vão ao estádio,não tem como o presidente controlar uma coisa assim. Espero sim o controle dos órgãos competentes para que haja segurança no transporte até o estádio e na permanecia dentro dele.

Você vê esta partida contra o Vasco como um jogo chave para a conquista do campeonato?

R: Jogo chave sempre é o próximo, e o próximo é contra o Vasco, só saberemos das reais possibilidades de conquistarmos o titulo após o jogo, não só nós, mas dos outros times também, temos que esperar terminar a rodada.

Este campeonato está mostrando que as equipes que priorizam  a marcação se dão melhor?

R: Não é só neste campeonato não, o futebol é assim, você tem que marcar muito bem. Quanto mais qualidade seu time tiver depois para jogar,melhor.

A parte técnica é importante, mas quanto mais a equipe tiver espírito de luta, capacidade tática, melhor.

Isso não vale só para São Paulo e Grêmio.

A arbitragem tem que ser olhada com carinho no jogo deste domingo?

R: A arbitragem sempre tem que ser olhada com carinho, tem que ser correta, simples e objetiva. Eu ainda não sei qual será o árbitro do jogo, mas espero que seja alguém capaz, que não deixe duvidas, de preferência alguém com experiência, acostumado a apitar grandes jogos.

Você guarda alguma recordação de São Januário?

R: O time mandante é sempre o favorito, eu nos 12 anos que defendo o São Paulo, tive mais derrotas em São Januário do que vitórias. Agora, recordações nós vamos guardar do domingo que vêm ,tomara que sejam boas.

O Vasco dentro de sua casa tem que ser respeitado.

 

 

Anúncios