telezico-e-socretes1Mais anos 80!Olha o Telê ai gente!

TELÊ E A ESPERANÇA DE DIAS MELHORES PARA NOSSA SELEÇÃO

A remodelação imposta  no futebol Brasileiro estava se tornando imperiosa em todos os sentidos. Não só na cúpula administrativa,como,igualmente,no âmbito geral.

A transformação da CBD em CBF, dentro do ponto-de-vista geral, não poderia jamais se constituir numa pura  mudança de sigla. Era preciso modificar a mentalidade retrograda de alguns dirigentes.

Voltar a colocar o Brasil em  nível internacional aos centros mais adiantados. Mostrar  ao mundo que nosso futebol não regrediu e que continuamos formando craques,autênticos astros,iguais ao de antigamente,cujo  evolução perante os olhos dos demais desportistas somente não se concretizara em conseqüência da preocupação política do ex-presidente da falecida CBD,em contentar deputados,prefeitos e vereadores,numa disputa falha como vinha sendo o campeonato Brasileiro.Um autêntico certame fantasma.

Forçosa e inexoravelmente essa transformação tinha que atingir o futebol, e conseqüentemente, a seleção Brasileira. Era preciso tirar o teórico,falante,bem instruído Claudio Coutinho do posto,pois não sendo do ramo,jamais poderia ter condições de dirigir atletas do gabarito que o Brasil possui.

Tínhamos, numa expressão bastante simples, boa carne, mas não sabíamos preparar um churrasco especial. As virtudes dos craques ,perdiam-se diante das explicações incompreensíveis de um quadro negro,onde o falatório,ao invés de ajudar o futebolista a entender,acabava dificultando a compreensão.E nenhum titulo moral representa o primeiro lugar para o povo.Foi uma expressão de engodo.De fracasso.

Daí os aplausos que teve a indicação de Telê Santana para responder, de primeiro de março ultimo(e se for possível até a copa d Espanha)pela seleção Brasileira. Não só a de profissionais como também as outras que vierem a ser formadas.

Telê,cujas virtudes futebolísticas o Brasil inteiro aplaudiu,foi um nome que teve ampla receptividade em todo o País. Sendo Mineiro,é bem quisto pelos seus.Diplomando-se em futebol ,no Rio de Janeiro,onde foi várias vezes campeão pelo Fluminense e também tendo dirigido equipes da Guanabara,acabou olhado com respeito por parte da crônica esportiva do Rio.A exceção,é claro,das comadres de Coutinho que pretendiam continuar vendo este a testa do time Brasileiro.

Tendo trabalhado no Rio Grande do Sul, conduzindo o Grêmio á conquista do título de campeão do estado, tornou-se uma figura simpática aos críticos esportistas Gaúchos que passaram a admirar e a aplaudir o seu desempenho. Fato idêntico ocorreu em São Paulo,quando permaneceu a testa do Palmeiras,fazendo com que o clube do Parque Antártica atravessasse um dos melhores períodos de toda a sua gloriosa história.Portanto,Telê catalisava os aplausos de quatro dos mais respeitados Estados do Brasil.Os maiores críticos conhecem de perto o seu trabalho e este profundamente os jogadores que viu em ação durante um largo período.

Telê começou a ver tudo de perto já em março. Sua determinação é uma só:escolher craques que se amoldam á sua forma de trabalho.

Havendo ainda três anos para a copa da Espanha e um pouco mais de um ano para o Brasil decidir com Venezuela e Bolívia sua participação nas eliminatórias, terá o competente treinador tempo de trabalhar á vontade. Poderá em Junho observar a Copa da Europa,onde as maiores seleções do velho Mundo estarão lutando em Milão.Nápoles e Roma.

Paralelamente o futebol Brasileiro vai manter um intercâmbio inter-clubes e inter-seleções com os maiores conjuntos do mundo.Isso servirá para aquilatar a verdadeira potencialidade do futebol Brasileiro e dará a Telê um campo amplo de observações para saber,muito antes do tempo,quem é quem no campo de jogo. Por um fato fácil de ser explicado: Quem esteve lá dentro e conhece todos os segredos, sabe dizer quem é bom.  

Anúncios