Os jogadores do São Paulo não vêem a hora de entrar em campo contra o Palmeiras, durante a semana conversei com alguns atletas e percebi que as declarações de favoritismo e as flores enviadas ao CCT, serviram de combustível, eles estão parecendo um bando de Pitt Bulls esfomeados.

A diretoria continua indignada com a escalação do arbitro Sálvio Spinola para o clássico. Para João Paulo de Jesus, diretor de futebol tricolor, foi uma provocação da Federação Paulista de futebol, presidida por Marco Pólo Del Nero(conselheiro do Palmeiras), a indicação de Sálvio para o jogo.

Marco Aurélio Cunha, não vai mais uma vez ao Palestra Itália, para evitar confusão.No jogo do Gás,Marco Aurélio assistiu pela televisão no CCT.Neste domingo fará o mesmo.

A torcida Palmeirense prometeu pintar de rosa, o muro e os Postes da Rua Padre Antonio Thomas, por onde entrará a torcida do São Paulo. Já fez isso no campeonato paulista e irão repetir a dose neste domingo.

Um amigo meu que á vários anos faz a cobertura da seleção Brasileira, me disse que o clima é horrível entre a própria comissão técnica. São vários grupinhos espalhados pela concentração.

Uma pessoa de dentro da seleção me disse que Dunga não tem o mínimo jogo de cintura para tratar com as estrelas do time. Os jogadores não o respeitam como treinador,já que não tem nenhum currículo.

Agora começo a entender o fracasso da seleção Brasileira.

Panelinhas internas, clima péssimo entre os próprios membros da comissão técnica, e a falta de respeito dos atletas com o treinador, só podia dar nisso que estamos vendo nos últimos tempos.

E o pior é que Dunga não quer largar o osso de jeito nenhum.

Domingo de vários clássicos pelo Brasil: Atlético e Cruzeiro, Vasco e Flamengo, Palmeiras e São Paulo, mas para mim o jogo mais importante  para o futuro do campeonato será disputado no Canindé.

Se a Lusinha aprontar para cima do time de Celso Roth, o campeonato embola de vez, caso contrário o Grêmio poderá até disparar na ponta.

Anúncios